Cadastre-se e receba por email nossas atualizações

Endorsers

Design by Daniel Freire

INTEGRANTES
Bruno Santos - Trompete/Flugelhorn
 

Trompetista, arranjador e compositor, nascido em 2 de agosto de 1981 no Rio de Janeiro. Bacharel em trompete pela FAMES (Faculdade de Música do Espírito Santo). Pós-graduado em Educação Musical pelo CESAP e endorser da ADAMS Music, instrumentos musicais (NLD). 

 

Iniciou seus estudos formais com o professor Antônio Marcos Cardoso na EMES (Escola de Música de Espírito Santo). Depois ingressou na Orquestra Pop Jazz (CEFETES) aos cuidados do maestro Célio Paula, responsável pelos primeiros passos em improvisação e arranjo. Logo depois, através de festivais de música, teve contato com outros professores: Nilton Rodrigues, Moisés Alves, Daniel D’Alcântara, Jessé Sadoc, Carlos Malta e Vittor Santos. 

 

Em 2007, trabalhou como integrante da banda do cantor João Bosco na turnê "Obrigado Gente!", tocando em várias cidades do Brasil. Gravou a trilha da novela global “Eterna Magia” com arranjos de Alberto Rosenblit. Participou do premiado programa, produzido pela Directv, “7X Bossa Nova” acompanhando o cantor e compositor Celso Fonseca. Gravou como convidado do CD “Base & Brass” do saxofonista francês Idriss Boudrioua e do renomado percussionista Armando Marçal – “Lado a Lado”. 

 

Com Djavan, trabalhou em 2008 na turnê "Matizes". Neste mesmo ano, fez alguns shows com outro grande artista Jorge Vercillo, incluindo um grande concerto em Buenos Aires. 

 

Bruno gravou a trilha sonora do filme "Ó Paí Ó" - produção de Luiz Brasil, e de outros grandes nomes como Simone - "Na Veia", Arthur Maia - "O Tempo e a Música" (indicado ao Latin Grammy), o grupo Exaltasamba, o cantor Alexandre Pires, Belo, Celso Fonseca, entre outros. 

 

Em 2010 inicia, junto com o trombonista Rafael Rocha, o projeto Brasilidade Geral. No seu primeiro álbum, Bruno assina três composições, Prata da Casa, Idrissziando e Suite Brazuca, e também um arranjo da composição “Nova Bossa” de Josué Lopez. No ano seguinte o mesmo grupo grava um DVD tendo como convidado Bob Mintzer. O grupo já se apresentou com outros grandes artistas: Roberto Menescal, Ivan Lins, Hamilton de Holanda e Chico Pinheiro.

 

Para OSES (Orquestra Sinfônica do Espírito Santo), assinou 18 arranjos para o concerto de natal com Geraldo Azevedo em 2008. 

 

Já trabalhou com vários artistas como trompetista/arranjador, dentre eles vale ressaltar: João Donato, Leny Andrade, Zeca Pagodinho, Gilberto Gil, Roberto Menescal, Bibi Ferreira, Thiaguinho, Jozyanne, Arthur Maia, Jota Moraes, Fernanda Brum, Aline Barros, Daniel Boaventura, Nani Azevedo, Kleber Lucas, Os Travessos, Rodriguinho, entre outros. 

 

Lançou um livro em parceria com Rafael Rocha, Brasilidade Geral (Songbook), pela editora da Faculdade de Música do Espírito Santo, que traz todos os arranjos e conceitos musicas do grupo. 

 

Em 2015 participou como arranjador/trompetista, no especial Globo 50 anos onde arranjou para os quadros “Os Trapalhões”, “ParabólicaMará” e “Fantástico”. Participou do projeto “Inusitados” onde atuou como trompetista na banda que acompanhou os artistas: Anitta, Arlindo Cruz e Arnaldo Antunes. 

 

Bruno foi premiado com o 3º lugar na Primeira Bienal de Composição da Orquestra Jazz Sinfônica, com a obra “Impressões Brasileiras”, executada em concerto na Sala São Paulo no dia 13 de dezembro de 2015. 

 

Como professor e palestrante, participou: “Workshop Musical 2012” para classe de trompete na cidade de Santa Cruz (RS); AMBEES 2015 - como professor de prática de metais.

 
Roger Rocha - Saxofones soprano/alto/tenor

Nascido em 22 de outubro de 1985, no Estado do Mato Grosso do Sul, porém crescido na cidade de Vitória (ES), Roger já é considerado um músico representante da nova geração do Brasil. Filho do grande maestro Luiz Vanderlei Rocha. Aos 11 anos teve o primeiro contato com o saxofone, aos 14 anos já começou a trabalhar em estúdios de gravação. Muito respeitado como músico eclético, trabalhou com bandas de jazz,rock,pop,R&B,Blues e mais...

 

Participou como solista da Orquestra Pop&Jazz da Escola Técnica Federal do Estado do Espírito Santo(ES), no comando do maestro Célio Paula da Costa, entre 2001 a 2006. Ganhou o concurso Furnas, edição estadual, ficando entre os oito melhores grupos de jovens talentos no ano de 2009.



Indicado ao Latin Grammy 2012 e 2013 com os grupos R3 Special Big Band (Summit Records - EUA), Brasilidade Geral (Independente), e integrante do grupo Canela Verde (Independente). Conhecido também como Produtor Musical, Sound Mixer em álbuns brasileiros como: Duoleiro, R3 Special Big Band, Brasilidade Geral , Josué Lopez, Renan Simões entre outros.



Trabalhou com diversos artistas da música nacional e internacional como Roberto Carlos, Roberto Menescal, Ivan Lins, Hamilton de Holanda, Anderson Freire, Bob Mintzer (EUA), Adones Rose & Big Band (EUA), Chico Pinheiro,  Alcione, Seu Jorge, Elba Ramalho, Celso Fonseca, Marcelo Martins, Ricardo Silveira, Danilo Sinna, Jorge Elder, Mário Adnet , Paulo Levi, Tamy, Palavrantiga, Silva, Ademir Júnior, Nelson Faria, Ney Conceição, André Vasconcellos, Robertinho Silva, Moisés Alves, Belo, Mc Leozinho, Leandro Sapucahy,Bélo, Fabiano Araújo, Marcelo Coelho, Saulo Simonasse, Wanderson Lopez, Josué Lopez entre outros.



Atualmente Roger é músico endorser das marcas SD Systems Microphones e Pmauriat Saxophones, integrante do grupo Brasilidade Geral, R3 Special Big Band, saxofonista da  Banda Sinfônica da Faculdade de Música do ES (FAMES).

 
Josué Lopez - Saxofone tenor
Nascido no Rio de Janeiro, num berço evangélico e musical, influenciado pelos pais, iniciou o curso de teoria musical na Igreja Assembléia de Deus na Penha com o professor Nelson Monteiro.

Aos 15 anos de idade, mudou-se para Fortaleza(CE), onde seu tio saxofonista Samuel Lopez, incentivou-o a estudar clarineta e saxofone. Após alguns meses, retornou ao Rio de Janeiro iniciando seus estudos e trabalhos como saxofonista. Estudou harmonia com Vittor Santos.

Entre seus últimos trabalhos, destacam-se:
Turnê "Matizes" com Djavan, CD "Metrópole" do guitarrista Daniel Santiago (lançado pelo selo americano Adventure Music), CD "Relações de equilíbrio" de André Vasconcelos (Adventure Music), CD "O tempo e a música" de Arthur Maia, onde tocou com o guitarrista Scott Henderson (indicado ao Grammy Latino 2010), "DVD Comunhão" Kleber Lucas (MK Music), produtor musical do CD "Eu tenho a promessa" da cantora Josyanne (recentemente indicado ao Grammy Latino 2009.
Acompanhou artistas como: Roberto Menescal, Bob Mintzer (EUA), Mart'nália, Luiz Melodia, Marina Lima, Maria Gadu, Margareth Menezes, Angelique Kidjo, Paulo Flores, Mayra Andrade e Omara Portuondo, participações com Hamilton de Holanda no projeto "Em casa" restaurante Zozo (RJ), participações com o baixista Leonardo Cioglia (show "Cantos", onde dividiu palco com: Mike Moreno, Daniel Freedman, Aron Goldberg e Gabriel Grossi, show "Pandeiro Jazz" com o panderista americano Scott Feiner, gravação do CD da cantora italiana Glória Etari, gravação do CD do grupo Bamboo (projeto que atualmente é integrante juntamente com Alex Buck - bateria, Vitor Gonçalvez - piano, Bernardo Ramos - guitarra e Bruno Aguillar - baixo acústico. 
Daniel Freire - Saxofone barítono
Nasceu na cidade de Vitória, Espírito Santo, Brasil. É saxofonista endorser da Cannonball Musical Instruments (EUA), fundador do Manual da Música - portal de gerenciamento de carreira musical, Bacharel em Saxofone pela Faculdade de Música do Espírito Santo e pós-graduado em Educação Musical pela CESAP.
 
Atua nos grupos Brasilidade Geral, Quarteto Vitória Sax, Sexteto Orizzonti e Banda Sinfônica da Faculdade de Música do Espírito Santo.
 
Seu primeiro contato com a música foi aos oito anos, na Igreja Batista da Praia do Canto, recebendo as primeiras orientações musicais da professora Berenice Rosa e do maestro Almir Rosa, mas somente aos 15 anos conhece o saxofone.
 
Em 2003, ingressou no Curso de Formação Musical da FAMES, com ênfase em saxofone, tendo aulas durante quatro anos, com o professor, saxofonista e maestro Antonio Paulo Filho.
Participou de grandes escolas como a Orquestra Pop&Jazz do  IFES (maestro Célio Paula), Fames Jazz Band (maestro Antônio Paulo Filho), Vitória Café Orquestra (maestro Everson Salazar) onde começou a tocar saxofone barítono.

 

​No decorrer de sua carreira, teve a oportunidade de trabalhar com artistas nacionais e internacionais como: Ivan Lins, Roberto Menescal, Bob Mintzer (EUA), Hamilton de Holanda, Idriss Boudrioua (FRA), Felipe Lamoglia (CUB), Pete Best (UK), Jazz Combo Box (FRA), Chico Pinheiro, Daniel D'Ancântara, Marcelo Martins, Ademir Júnior, Spok,  Marcelo Coelho, Duda, Elba Ramalho, Andrea Amorim, Bruno Mangueira, Gilson Peranzzetta, Lupa Santiago, Ney Conceição, Sidmar Vieira, Turi Collura.

 

Participou de masterclass e/ou estudou com: Sax Gordon (EUA), Aldo Salvent (CUB), Miguel Villafruela (CUB), Emiliano Barri (ARG), Arno Bornkamp (HOL), Ray Moore (EUA), Ian Guest (HUN), Quartour Elipsos (FRA), Widor Santiago, Zé Canuto, David Ganc, Mário Séve, Mauro Senise, Paulo Levi, Marco Túlio Pinto, Dilson Florêncio, Pedro Bittencourt, Rafael Velloso, Giovani Malini, Nailson Simões, Dario Sotelo, André Cardoso, Fabio Ninn, Anor Júnior, entre outros.

 

www.danielfreiremusic.com

 

Rafael Rocha - Trombone

 

Bacharel em trombone pela FAMES (Faculdade de Música do Espírito Santo), compositor, arranjador e professor. 

 

 

Os estudos formais iniciam-se aos seis anos de idade na Escola de Música Dourados. Quando completa oito anos, seu pai, Luiz Vanderlei Rocha, maestro, direciona os estudos para o trombone. 

 

 

No ano de 2001 entra para Orquestra Pop Jazz da Escola Técnica Federal, sob a regência do maestro Célio Paula, onde tem os primeiros contatos com o jazz de forma didática e organizada. Nesse período participou de vários festivais, tendo a oportunidade de fazer aula com Roberto Marques, João Luiz Areias, Renato Farias, Vittor Santos e Turi Collura. 

 

 

Possui um livro (Songbook), lançado pela Faculdade de Música do Espírito Santo, em parceria com Bruno Santos, que traz todos os ar-ranjos e conceitos musicas do grupo Brasilidade Geral. 

 

 

Além do Brasilidade Geral, também é integrante/compositor/arranjador do grupo R3, que é formado juntamente com seus irmãos: Roger Rocha e Renato Rocha. Esse grupo gravou um álbum que leva o nome de "R3 Special Big Band" e hoje tem o selo da gravadora norte-americana Summit Records, e por conta dessa parceria, encontra-se disponível em todo mercado internacional. 

 

Ao lado do compositor/violonista Giovani Malini, com quem toca desde 2004, possui dois álbuns registrados. O primeiro, entitulado: "Duoleiro" (nome do duo), foi gravado entre 2011/12 e traz participação do grande trombonista, maestro e professor Vittor Santos. O segundo se chama "Duoleiro & CoJE" (Coimbra Jazz Ensemble) e foi gravado ao vivo em Portugal em maio de 2015, durante uma turnê, com assinatura de Rafael em todos os arranjos. 

 

 

Como trombonista, produtor e/ou arranjador, ja trabalhou com diversos artistas da música nacional e internacional, como: Ivan Lins, Roberto Menescal, João Bosco, Gilberto Gil, Leila Pinheiro, Marcos Valle, Bob Mintzer, Hamilton de Holanda, Michael Davis, Elba Ramalho, Bibi Ferreira, Arthur Maia, Fafá de Belém, Guilherme Arantes, Celso Fonseca, Chico Pinheiro entre outros. 

 

 

Vale destacar que o álbum “O tempo e a musica” do contrabaixista Arthur Maia, onde Rafael participa como trombonista, foi indicado Grammy como álbum instrumental no ano de 2010. 

 

 

Já lecionou em vários festivais do Brasil e também do exterior, entre eles, destacam-se: 

- ABT (Associação Brasileira de Trombones) - 2011, 2012, 2013 e 2014; 

- Semana Aberta do Jazz - Conservatório de Coimbra (Portugal); 

- CIVEBRA (Curso Internacional de Verão de Brasília) nos anos de 2014 e 2015; 

- III Encontro Internacional de Metais do Conservatório de Tatui (SP); 

- II Festival Internacional Projeto Bone Brasil; 

- Painel Instrumental de MPB do Conservatório de Tatui (SP); 

- II Encontro Regional de Trombones e Tuba realizado na UFMG; 

- IV Festival de Música de Anápolis (GO); 

- Festival de Música Instrumental de Teresina (PI); 

- III Encontro Norte de Metais realizado em Belém (PA); 

- Sesc Arsenal (MT) 

- “Workshop Musical 2012” para classe de trombone na cidade de Santa Cruz (RS); 

- Festival de Inverno de Domingos Martins (2013, 2015);

 

www.rafaelrocha.info

Joabe Reis - Trombone


Nasceu em 14/01/1991, em Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo, Brasil. Iniciou seus estudos musicais aos 10 anos, juntamente com seu irmão, ambos por incentivo de sua mãe. No mesmo ano conheceu o professor Jorge Luís de Mello, que ensinou os primeiros passos no instrumento. Aos 13 anos de idade, fez sua primeira gravação em estúdio. Aos 14 anos, já tocava com algumas bandas locais acompanhando artistas e participando de gravações naquela cidade. No mesmo ano começou um intercâmbio na capital Vitória-ES, e a estudar com o professor Alexandre Texeira.

 

Em 2006 se muda para Vitória-ES, juntamente com sua família, e neste mesmo ano ingressa no curso Livre da FAMES. Meses depois, ingressa na "Orquestra Pop & Jazz" do IFES, sob a regência do Maestro Célio de Paula, onde teve seu primeiro contato com o Jazz, MPB, ritmos latinos, Pop entre outros. Logo depois foi  convidado para participar da Fames Jazz Band, sob a batuta do maestro Antônio Paulo Filho. Também atuol por um período como trombonista e solista da Orquestra Vitória Café, sob a batuta do Maestro Everson Salazar.

 

Com o tempo participou de apresentações, show/concertos e gravações com artistas da música instrumental como: Bob Mintzer (EUA), Hermeto Pascoal, Hamilton de Holanda, Arthur Maia, Chico Pinheiro, Sizão Machado, Nelson Farias, Daniel D'Alcantara, Jamil Joanes, Kiko Freitas, Adonis Rose(EUA), Paulo Levi, Bruno Mangueira, Erivelton Silva, Ney Conceição, Soundscape Big Band, Jericó, François de Lima, Vitor Alcântara, Chico Oliveira, Vitor Gonçalves, Dudu Portes, Jessé Sadoc, Ademir Junior, Moisés Alves, Walmir Gil, Louise Septeto, Nenê, Maestro Duda (Pernambuco), Fernando Corrêa, Alex Buck Octeto, André Vasconcellos, Oscar Stagnaro (EUA), Jazz Combo Box (France) e também já fez concertos como músico  substituto na Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo.

 

Também já se apresentou e/ou gravou com cantores e bandas como: Roberto Menescal, Ivan Lins, Wilson Simoninha, Banda Grooveria Elétroacúsrica, Fernanda Abreu, Claudio Zoli, Banda Black Rio, Daniel, B.Negão (Planet Hemp), Dom Paulinho Lima, Fernando Ferrer (Cuba), Tabatha Fher, Walmir Borges, Luciana Mello, Max de Castro, Leo Maia, Andréa Amorim, Thiago Martins (Trio Ternura), Maria Alcina, Paulo Matominia(Moçambique), Nanny Soul, Banda Sandália de Prata, Pedro Lacolina(Chile) e também com artistas da música gospel como: Renascer Praise, Thalles Roberto, Anderson Freire, Jozyanne, Nani Azevedo, Lauriete, Victorino Silva entre outros. Além de integrar o grupo Brasilidade Geral desde a sua primeira formação em 2010.

 

Ao longo dos anos estudou com professores diversos em festivais, master class e workshop´s como: Sidnei Borgani, Alciomar Oliveira, Aléx Tatáglia, Wagner Polistchuk, Radegundes Feitosa (in memoriam), Marcelo Bambam, Marcos Flávio, Sérgio Rocha e Aldivas Ayres. Estudou harmonia e improvisação com Giovani Malini(ES). Hoje mora em São Paulo-Brasil, cursa bacharelado em trombone pela Faculdade de Música Souza Lima & Berklee (SP). 

Hugo Maciel - Baixo elétrico

Nascido em Vila velha, Espírito Santo, Brasil. É baixista desde os oito anos. Aos 14 anos começou a tocar profissionalmente. Sua musicalidade e versatilidade fez com que se tornasse um baixista muito requisitado.
Estudou harmonia e improvização com Turi Collura e Giovani Malini na FAMES. Participou de diversos cursos de música estudando com baixistas como Ney Conceição, André Vasconcellos, André Neiva, dentre outros.
Já trabalhou com vários artistas em shows e gravações dentre tantos, Roberto Menescal, Bob Mintzer (EUA), Hamilton de Holanda, Dennize Pontes, Marcela Lobo, Dallas Company, Dallas Country, Macucos, Vitória Café Orquestra Marcelo Ribeiro e Banda B, Banda Woops, Banda Evidence, Katia Rocha, Rodrigo Balla, Cláudio Bocca, Cecitônio Coelho, Grupo Vozes, Os Lopas e Adriano & Anderson (BH). Na música instrumental tocou com Grupo Jazz Manero, Emerson Arsy, Canela Verde, Lelo Kaizer, TP Jazz, dentre outros. No Samba e Pagode já trabalhou com Pele Morena, Mais Astral, Cyara, Vera Damata, Dorkas Nunes, Ataulfo Alves Jr, Leandro Leart (Art. Popular), Crigor (ex-Exaltasamba) e Délcio Luiz(ex-Q Loucura).


 

Renato Rocha - Bateria
Baterista e percussionista, nascido em 30 de novembro de 1989, na cidade de Vitória, Espírito Santo, filho de Luiz Vanderlei Rocha, maestro da Polícia Militar do Estado do Espírito Santo, e Rosângela da Silva Rocha, Assistente Social.
Começou a se interessar pela Bateria aos 6 anos de idade, onde sozinho, dá seus primeiros passos no instrumento, que não era seu, mas da sua igreja, Assembléia de Deus do Aribiri.
Durante muito tempo não teve professor, a música falava por si só, os discos que seu pai e seus irmãos tinham que eram suas aulas. E foi assim durante muito tempo até o momento que teve contato com o Festival de Música da cidade de Domingos Martins - ES, onde conheceu vários professores que deram o caminho certo e mudaram a concepção e os conceitos da música para o menino. Mais em especial, o professor Jurim Moreira, onde conseguiu ter uma visão diferente da música e ver o seu compromisso com a arte.
Nesses festivais estudou com, além do Jurim Moreira, kiko Freitas, Edu Ribeiro, Robertinho Silva, Cláudio Infante, Pascoal Meirelles, Rui Motta, Di Steffano e outros. Em pouco tempo Renato ingressa no mundo profissional fazendo gravações e shows.

Membro do Grammy®, Renato possui um CD gravado com seus dois irmãos, R3 Special Big Band, que foi comprado pela gravadora norte-americana “Summit Records”. Além desse projeto, também integra o grupo Brasilidade Geral, que por sua excelência musical vem sendo um dos destaques no cenário da música instrumental brasileira. O primeiro álbum desse grupo foi indicado ao Prêmio da Música Brasileira e também ao Latin Grammy. Com todo esse destaque, fizeram turnês nas principais universidades e casas de jazz do Brasil.

Em dezembro de 2012 gravou um DVD ao vivo do grupo Brasilidade Geral com a participação de Bob Mintzer (EUA), uma verdadeira lenda viva do jazz.

Entre muitas outras apresentações, também teve oportunidade de tocar com Roberto Menescal, Hamilton de Holanda, Marcelo Martins, Vittor Santos, André Vasconcelos, Ney Conceição, Nelson Faria, Jessé Sadock, Ademir Jr, Moisés Alves, Glauton Campello, André Rodrigues, Rafael Castilhol, Josué Lopes, Bruno Santos, Paulo Levi. No que diz respeito à música erudita, integrou durante dois anos a Banda Sinfônica da FAMES (Faculdade de Música do Espírito Santo); Fez concertos com a Orquestra Filarmônica do ES como músico convidado, onde se apresentou sob a regência do Maestro Roberto Duarte e o Coral e Orquestra da Petrobras; Baterista convidado do concerto de fim de ano da Orquestra Filarmônica do ES com a cantora Elba Ramalho. Ganhou a edição estadual do Concurso Furnas de Música Brasileira com o Grupo “Canela Verde”, onde foi representar o Espírito Santo na edição nacional, ficando entre os 8 melhores grupos de novos talentos do país.